Questões sobre Poema de Mário Quintana

Esta é uma questão de literatura que você deve fazer para se preparar para o Enem deste ano. Ao final, você poderá ver o gabarito.

Pequenos tormentos da vida

De cada lado da sala de aula, pelas janelas altas, o
azul convida os meninos,
as nuvens desenrolam-se, lentas como quem vai
inventando
preguiçosamente uma história sem fim...
Sem fim é a aula: e nada acontece,
nada...Bocejos e moscas. Se ao menos, pensa
Margarida, se ao menos um
avião entrasse por uma janela e saísse por outra!
(Mário Quintana. Poesias)


Na cena retratada no texto, o sentimento do tédio:


a) provoca que os meninos fiquem contando histórias.
b) leva os alunos a simularem bocejos, em protesto contra a monotonia da aula.
c) acaba estimulando a fantasia, criando a expectativa de algum imprevisto mágico.
d) prevalece de modo absoluto, impedindo até mesmo a distração ou o exercício do pensamento.
e) decorre da morosidade da aula, em contraste com o movimento acelerado das nuvens e das moscas.


 

Resposta certa: C. A falta do que fazer, sentimento de tédio, faz com que Margarida tenha pensamentos fantasiosos, o que é visto por sua vontade de ver um avião entrar pela janela.

Atividade prática de análise sintática

Esta é uma pequena lista de exercícios de análise sintática usados numa atividade que propus aos alunos. Nela eles deveriam usar os conhecimentos sobre sujeito para responder. O interessante é que são atividades que estimulam a leitura e a percepção de que a língua se faz no uso cotidiano. Faça os exercícios e, em seguida, confira o gabarito.


EXERCÍCIOS PRÁTICOS SOBRE SUJEITO E PREDICADO

1. Assinale o item em que o sujeito não foi corretamente analisado.
(     ) a) Decorreram alguns minutos de estranho silêncio. (sujeito determinado simples)
(     ) b) Só me restam poucas economias. (sujeito indeterminado)
(     ) c) Eu e meus amigos viemos auxiliá-lo. (sujeito determinado composto)
(     ) d) Ainda está fazendo muito frio. (sujeito inexistente)
(     ) e) Faz calor e frio nas regiões desérticas. (sujeito inexistente)

2. Observe as seguintes orações:
 
I. Rosaria continua preocupada com o preço da carne.
II. Zoraide andava, andava e andava pelas alamedas.
III. Encontrei-a adormecida.

Respectivamente, os predicados são:
(     ) a) nominal, verbo-nominal, verbal,
(     ) b) nominal, verbal, verbo-nominal.
(     ) c) verbo-nominal, verbal, nominal.
(     ) d) verbo-nominal, nominal, verbal.
(     ) e) verbal, verbo-nominal, nominal.

Texto para as questões 3 e 4.
Monsenhor Caldas interrompeu a narração do desconhecido:
-  Dá licença? é só um instante. Levantou-se, foi ao interior da casa, chamou o preto velho que o servia, e disse-lhe em voz baixa:
-  João, vai ali à estação de urbanos, fala da minha parte ao comandante, e pede-lhe que venha cá com um ou dois homens, para livrar-me de um sujeito doido. Anda, vai depressa. E, voltando à sala:
-  Pronto, disse ele; podemos continuar.
- Como ia dizendo a Vossa Reverendíssima, morri no dia vinte de março de 1860, às cinco horas e quarenta e três minutos da manhã. Tinha então sessenta e oito anos de idade. Minha alma voou pelo espaço, até perder a terra de vista, deixando muito abaixo a lua, as estrelas e o Sol; penetrou finalmente num espaço em que não havia mais nada, e era clareado tão somente por uma luz difusa. Continuei a subir, e comecei a ver um pontinho mais luminoso ao longe, muito longe. O ponto cresceu,fez-se sol. Fui por ali dentro, sem arder, porque as almas são incombustíveis. A sua pegou fogo alguma vez?
- Não, senhor.
-  São incombustíveis. Fui subindo, subindo; na distância de quarenta mil léguas, ouvi uma deliciosa música, e logo que cheguei a cinco mil léguas, desceu um enxame de almas, que me levaram num palanquim feito de éter e plumas.
ASSIS, Machado de. "A segunda vinda". Obras completas, v. 2, p. 440-441.

3. O imperativo utilizado por Monsenhor Caldas, ao dar as ordens ao preto velho, emprega:

(     ) a) uma forma indireta.
(     ) b) terceira pessoa do singular.
(     ) c) primeira pessoa do plural.
(     ) d) segunda pessoa do singular.
(     ) e) segunda pessoa do plural.

4. A frase "desceu um enxame de almas", no último parágrafo, tem o sujeito posposto. Assinale a alternativa em que o sujeito também aparece posposto.
 
(     ) a) De um atentado, um soldado consegue salvar seu companheiro.
(     ) d) Segunda-feira faltou, de novo, um pouco de tinta de impressão.
(     ) c) No salão de Paris, há um Audi com motor de 4,2 litros.
(     ) d) Ler biografia de homens célebres é bastante útil.
(     ) e) O mercado financeiro recebeu bem a inclusão das ações do Bradesco.

Gabarito:

1-B
2-B
3-D
4-B

Exemplos de uso dos advérbios

Não é algo tão simples entender e usar corretamente os termos acessórios da oração. Muitos dizem que eles são dispensáveis, mas todos sabemos que eles são muito importantes na construção dos textos, sobretudo dos narrativos. Neste artigo vou dar alguns exemplos de advérbios e sua classificação. Não deixe também de conferir o nosso artigo que ensina a fazer uma redação nota 1000 no Enem.

imagem-inscrições-enem-sisu-prouni-2016 (2)

ADJUNTO ADVERBIAL

Termo representado por advérbios, relacionando-se com o verbo, o adjetivo ou com outro advérbio.  São classificados pela ideia que comunicam.

a) Paulo emprestou o dinheiro sábado passado.  [ adjunto adverbial de tempo ]

b) Onde a marcha alegre se espalhou?   [ adjunto adverbial de lugar ]

c) Como acabou o dia?   [ adjunto adverbial de modo ]

d) Almoçou pouco.  [ adjunto adverbial de intensidade ]

e) Por que ele tremia? De medo.   [ adjunto adverbial de causa ]

f) Venha jantar comigo.   [ adjunto adverbial de companhia ]

g) Com a máquina   conseguiu fazer todo o trabalho.  [adjunto adverbial de instrumento]

h) Talvez ele chegue mais cedo.  [ adjunto adverbial de dúvida ]

i) Vivia para o trabalho.  [ adjunto adverbial de finalidade ]

j) Viajou de avião.  [ adjunto adverbial de meio ]

k) Falávamos sobre produtos importados, à mesa.    [ adjunto adverbial de lugar ]

l) Não   permitirei a sua dispensa.   [adjunto adverbial de negação ]

m) Descendia de nobres.  [ adjunto adverbial de origem ]

n) Sairia sim, naquela manhã.  [ adjunto adverbial de afirmação ]

o) Comprou um relógio de ouro.  [ adjunto adverbial de matéria ]

p) A camisa custou vinte reais.  [ adjunto adverbial de valor ou de preço ]

q) Andava a cavalo, tranquilamente.  [ adjunto adverbial de meio ]

r) Trocou uma caneta por um lápis.  [ adjunto adverbial de permuta ]

s) Sobre a mesa, Senhores e Senhoras, há suficientes provas. [ adjunto adverbial de lugar ]

Exercícios de Revisão para o ENEM 2012

Hoje trago alguns exercícios sobre advérbio para revisão pro ENEM 2012. Estude com compromisso e faça os melhores exercícios. Nos que proponho abaixo, já há o gabarito. A alternativa correta é a que está em negrito.



1) (PUC) - No período:

"Da própria garganta saiu um grito de admiração, que Cirino acompanhou, embora com menos entusiasmo",

A palavra destacada expressa uma idéia de:
a) explicação.
b) concessão.
c) comparação.
d) modo.
e) conseqüência.


2) (Uelondrina 1999) - A frase em que as palavras em maiúsculo pertencem à mesma classe gramatical é:
a) Hoje eu O vi empurrando O carro que acabou de comprar do irmão.
b) Os canteiros de flores COLORIDAS eram o ENCANTO daquela pracinha.
c) Era SEMPRE atraente, mas naquele MOMENTO pareceu-lhe deslumbrante.  
d) Pensou em sair DALI DEPRESSA, mas ela o reteve mais um pouco.
e) Naquele CORRE-CORRE nada mais se ACHAVA no lugar.

3) (Unirio 1999) - A partida dos homens

1 Aproximou-se da janela, sentiu frio nos ombros nus, olhou a terra onde as plantas viviam quietas. O globo movia-se e ela estava sobre ele de pé. Junto a uma janela, o céu por cima, claro, infinito. Era inútil abrigar-se na dor de cada caso, revoltar-se contra os acontecimentos, porque os fatos eram apenas um rasgão no vestido, de novo a seta muda indicando o fundo das coisas, um rio que seca e deixa ver o leito nu.
2 A frescura da tarde arrepiou sua pele, Joana não conseguiu pensar nitidamente - havia alguma coisa no jardim que a deslocava para fora de seu centro, fazia-a vacilar... Ficou de sobreaviso. Algo tenta mover-se dentro dela, respondendo, e pelas paredes escuras de seu corpo subiam ondas leves, frescas, antigas. Quase assustada, quis trazer a sensação à consciência, porém cada vez mais era arrastada para trás numa doce vertigem, por dedos suaves. Como se fosse de manhã. Perscrutou-se, subitamente atenta como se tivesse avançado demais. De manhã?
3 De manhã. Onde estivera alguma vez, em que terra estranha e milagrosa já pousara para agora sentir-lhe o perfume? Folhas secas sobre a terra úmida. O coração apertou-se-lhe devagar, abriu-se, ela não respirou um momento esperando... Era de manhã, sabia que era de manhã... Recuando como pela mão frágil de uma criança, ouviu, abafado como em sonho, galinhas arranhando a terra. Uma terra quente, seca... o relógio batendo tin-dlen...tin...dlen... o sol chovendo em pequenas rosas amarelas e vermelhas sobre as casas... Deus, o que era aquilo senão ela mesma? mas quando? não sempre...
4 As ondas cor-de-rosa escureciam, o sonho fugia. Que foi que perdi? que foi que perdi? Não era Otávio, já longe, não era o amante, o homem infeliz nunca existira. Ocorreu-lhe que este deveria estar preso, afastou o pensamento impaciente, fugindo, precipitando-se... Como se tudo participasse da mesma loucura, ouviu subitamente um galo próximo lançar seu grito violento e solitário. Mas não é de madrugada, disse trêmula, alisando a testa fria... O galo não sabia que ia morrer! O galo não sabia que ia morrer! Sim, sim: papai que é que eu faço? Ah, perdera o compasso de um minueto... Sim... o relógio batera tin-dlen, ela erguera-se na ponta dos pés e o mundo girava muito mais leve naquele momento. Havia flores em alguma parte? e uma grande vontade de se dissolver até misturar seus fios com o começo das coisas. Formar uma só substância, rósea e branda - respirando mansamente como um ventre que se ergue e se abaixa, que se ergue e se abaixa... (...)
Clarice Lispector - (PERTO DO CORAÇÃO SELVAGEM)

Em "A frescura DA TARDE arrepiou sua pele," (par.2), a expressão em maiúsculo funciona como agente do elemento nominal anterior. Em que trecho destacado o mesmo tipo de estruturação se repete?
 
a) "sentiu frio NOS OMBROS NUS," (par.1)
b) "... e ela estava sobre ele DE PÉ." (par.1)
c) "Era inútil abrigar-se na dor DE CADA CASO," (par.1)
d) "quis trazer a sensação À CONSCIÊNCIA," (par.2)
e) "Havia flores EM ALGUMA PARTE?" (par.4)

4) (Fuvest 1999) - O espectador de olhar imediatista talvez tenha dificuldade para apreender a principal qualidade de KENOMA. Tal mérito não ocupa a tela de modo escancarado, mas por meio do acúmulo de imagens. É preciso aceitar o ritmo cadenciado e os silêncios da narrativa para perceber a sintonia da direção com o ambiente retratado - um grotão esquecido do Brasil, registrado por uma câmera realista, às vezes documental, mas com toques lúdicos. Mérito significativo em se tratando de um relato de investigação sobre uma realidade social e geográfica distante dos realizadores. Ainda mais em uma época tomada por filmes cujo ritmo acelerado impede a permanência das imagens na retina e a apreensão de seus significados após a sessão.
(ÉPOCA, 31/08/98, p. 89)

No 2o. período do texto, o advérbio NÃO localizar-se-ia melhor se posto imediatamente antes do elemento que está negando:
 
a) tal mérito.
b) a tela.
c) de modo escancarado.
d) por meio do acúmulo.
e) de imagens.

Exercícios sobre advérbios com gabarito

É comum hoje em dia as pessoas buscarem uma boa colocação no mercado de trabalho. Isso pode ser conseguido na iniciativa privada, mas também se pode conseguir por meio de concursos públicos, os quais prometem a tão falada estabilidade. Estudar para as provas de Português é muito importante e, por mais que decorar não seja a tônica dos processos seletivos, aprender e apreender os conteúdos gramaticais é de suma importância para quem quer interpretar bem os textos que são dados. É por isso que neste post, vamos colocar em prática o que lemos no post anterior. Vimos a teoria e agora vamos à prática. Faça os exercícios sobre advérbio abaixo e depois confira o gabarito.

exercícios sobre advérbio-1

Exercícios sobre advérbio com gabarito

1.  Leia a estrofe a seguir, a primeira do poema "Realização da vida", de Cecília Meireles.

Realização da vida

Não me peças que cante, pois ando longe, pois ando agora muito esquecida.

Cecília Meireles. Poesias Completas.

a)  As palavras não, longe e agora, são invariáveis?
b)  A que palavras do texto elas estão associadas?
c)   A que classe de palavras elas pertencem?

2. Leia agora o seguinte trecho: Andei por longes terras, Visitei longes mares.
a) A palavra longes, nesse contexto, é invariável?
b) Indique a que palavra do texto ela vem associada em cada uma das duas ocorrências.
c) Que sentido tem em ambas as ocorrências?
d) Nesse contexto, como se classifica a palavra longes? Explique por quê.

3. Leia o texto que vem a seguir.

O caracol e a pitanga

Há dois dias o caracol galgava lentamente o tronco da pitangueira, subindo e parando, parando e subindo. Quarenta e oito horas de esforço tranquilo, de caminhar quase filosófico. De repente, enquanto ele fazia mais um movimento para avançar, desceu pelo tronco apressadamente no seu passo fustigado e ágil, uma formiga-maluca, dessas que vão e vêm mais rápidas que o coelho de desenho animado. Parou um instantinho, olhou zombeteira o caracol e disse: "Volta, volta, velho! Que é que você vai fazer lá em cima? Não é tempo de pitanga". "Vou indo, vou indo" — respondeu calmamente o caracol — "Quando eu chegar lá em cima vai ser tempo de pitanga".
Moral: No Brasil não há pressa.

O texto faz oposição entre dois tipos de movimento: a lerdeza do caracol e a pressa da formiga.

a) Transcreva, do texto, um advérbio que indique um significado compatível com a lerdeza do caracol.
b) Transcreva, do texto, o advérbio que caracteriza um movimento compatível com a pressa da formiga.

gabarito dos exercícios sobre advérbio

1. a) Sim
b) As três estão associadas, respectivamente, aos verbos:
não peças
ando longe
ando agora
c) Advérbio

2. a) Não, tanto é verdade que ocorre no plural
b) Na primeira ocorrência, está associada a terras (longes terras). Na segunda, a mares (longes mares).
c) Distantes, longínquas.
d) Nas duas ocorrências, trata-se de um adjetivo, pois vem qualificando substantivos, concordando com eles.

3. a) lentamente (referindo-se a galgava) ou calmamente (referindo-se a respondeu)
b) apressadamente  (referindo-se a descer)

O que é advérbio, suas classificações e usos

Nos últimos tempos, tem crescido a  procura por blogs que ensinam Português ou que disponibilizam downloads grátis de material para estudar para concursos, vestibular e ENEM. Isso tem feito com que surjam diversos. Os mais comuns são:


Mas de todos esses assuntos, um dos que mais trazem dificuldade é o estudo das classes gramaticais. O advérbio é uma das classes que mais trazem complicações, pois muitas vezes é uma classe gramatical que se confunde com o adjetivo. Veremos neste blog como identificar o advérbio e suas classificações. Estudando isso, você terá um sono bem mais tranquilo e poderá sorrir mais.

O que é advérbio?


Advérbio é a palavra invariável que modifica o sentido do verbo, acrescentando a ele determinadas circunstâncias de tempo, de modo, de intensidade, de lugar, etc.
Ex. O blog Quero Aprender Português postou algumas dicas de redação.
O blog Quero Aprender Português postou recentemente algumas dicas de redação.
Nesse caso, recentemente modifica o verbo postar, pois acrescenta uma idéia de tempo.

Quais as características dos advérbios de intensidade?


Os advérbios de intensidade têm uma característica particular, pois além de intensificar o verbo, eles podem intensificar o sentido de adjetivos e de outros advérbios.
Ex. O post sobre a descoberta de um tumor escrito pelo metablogger é tocante demais.
Aquelas 100 dicas de Língua Portuguesa me ajudaram muito no vestibular.

O que é locução adverbial e como usá-la?


Locução adverbial é toda expressão formada por mais de uma palavra e que funciona como advérbio.
Ex. Publiquei uma charge sobre o combate ao estresse de manhã.

Como se classificam os advérbios?


Dependendo da circunstância que expressam, os advérbios classificam-se em:
Lugar: lá, aqui, acima, por fora, etc.
Modo: bem, mal, assim, devagar, às pressas, pacientemente, etc.
Dúvida: talvez, possivelmente, acaso, porventura, etc.
Negação: não, de modo algum, de forma nenhuma, etc.
Afirmação: sim, realmente, com certeza, etc.
Intensidade: muito, demais, pouco, tão, menos, em excesso, etc.
Tempo: agora, hoje, sempre, logo, de manhã, às vezes, etc.

O que são palavras denotativas?


Existem palavras e locuções semelhantes aos advérbios, as palavras denotativas, que indicam idéia de:
Inclusão: até, mesmo, inclusive, etc.
Exclusão: só, apenas, menos, etc.
Retificação: isto é, aliás, ou melhor, etc.
Explicação: por exemplo, ou seja, etc.

Aprenda muito mais sobre advérbios e suas classificações e usos


Advérbio é a classe de palavras que:

  • do ponto de vista sintético, vem associada ao verbo, ao adjetivo ou a advérbio, podendo inclusive modificar uma frase inteira;
  • do ponto de vista mórfico, é invariável;
  • do ponto de vista semântico, denota circunstâncias de modo, tempo, lugar, etc.

Exemplos: O juiz morava longe.
O jogo do super-homem deixava a família muito calma.
Falava muito bem.
Certamente, você concorda que a mídia influencia no consumo de drogas.
Conforme a circunstância que exprime, o advérbio classifica-se em advérbio:
  • de dúvida: Provavelmente iremos ao melhor churrasco de Porto Alegre.
  • de lugar: Ele mora perto.
  • de modo: Publicou o joguinho do Mickey para crianças apressadamente
  • de tempo: Nas férias, não deixava de fazer os melhores exercícios grátis sobre Análise Sintática.
  • de intensidade: Nunca olhou tão verdadeiramente naqueles olhos.
  • de afirmação: Realmente conhecia as melhores técnicas para falar em público;
  • de negação: Não negarás o direito de igualdade aos homossexuais.

Outra explicação sobre o que são locuções adverbiais

É a expressão formada de preposição + substantivo, ligada ao verbo com função equivalente à do advérbio.
Exemplo: Deu três pulinhos na beira da praia com desconfiança.

Aprenda mais sobre o grau do advérbio

  • Comparativo:
    —  de igualdade: Chegou tão cedo quanto eu.
    —  de superioridade: Chegou mais cedo do que eu.
    —  de inferioridade: Chegou menos cedo do que eu.
  • Superlativo absoluto:—  sintético: Acordei cedíssimo.
    —  analítico: Acordei muito cedo.
Observação: O advérbio apresenta ainda o grau diminutivo: Ele mora pertinho.

Aprenda mais sobre palavras denotativas


Certas palavras, apesar de apresentarem forma semelhante à dos advérbios, a rigor não podem ser consideradas como tais. Por isso, são classificadas à parte, como palavras denotativas, e servem para indicar:
—  inclusão: Inclusive ela tomou chá comigo.
—  exclusão: Todos, menos eu, usaram as melhores atividades prontas para alfabetização.
—  situação: Então o menino chegou-se até a janela e deu um grito.
—  retifícação: Os candidatos, aliás alguns candidatos, já estão em plena campanha eleitoral.
—  designação: Eis o blog com as melhores promoções da internet.
—  realce: Sabe lá quanto se gasta em promoções quando chega o Natal?
—  explicação: Aderiram à greve trezentos operários, isto é, setenta por cento do total.

Observação 1: Numa sequência de advérbios terminados em mente, o sufixo pode ocorrer só no último: Falou sábia e calmamente.
Observação 2: O advérbio onde pode combinar-se com a preposição a (= aonde) e com a preposição de (= donde) e o uso de cada uma das formas pode ser descrito assim:
—  Onde indica o lugar em que se situa a ação verbal. Exemplo: Onde você postou o joguinho on line grátis?
—  Aonde indica o lugar para o qual se dirige a ação. Exemplo: Aonde você quer chegar?
—  Donde indica o lugar do qual parte a ação. Exemplo: Donde você veio?

Diversos exercícios de gramática sobre advérbio


1) Transcreva os advérbios e locuções adverbiais que ocorrem no texto que segue:

"Ele já andava meio desconfiado vendo as fontes minguarem. E olhava com desgosto a brancura das manhãs longas e a vermelhidão sinistra das tardes. Agora, confirmavam-se as suspeitas.” (Graciliano Ramos)

Resposta: Já, meio, com desgosto, agora.

Questões de língua portuguesa sobre advérbio de 2 a 5

Analise o advérbio destacado de acordo com o código que segue:

A — advérbio modificando verbo;       C — advérbio modificando outro advérbio
B — advérbio modificando adjetivo;    D — advérbio modificando a frase toda.

2) “Achava tudo estúpido e sem sentido, incrivelmente absurdo.*' (Autran Dourado)  ( B )

3) "Naturalmente isso não tinha a menor importância (...)'* (Clarice Lispector; ( D )

4) "Os técnicos chegam mais tarde, e é como se para eles não houvesse mosquitos (...)” (Carlos Drummond de Andrade) ( C )

5) "Beijo pouco, falo menos ainda." (Manuel Bandeira) ( A )

Questões de 6 a 10

Classifique os advérbios destacados de acordo com o código abaixo:

A  — advérbio de negação;
B  — advérbio de lugar;
C  — advérbio de intensidade;
D  — advérbio de tempo;
E  — advérbio de dúvida.

6) A história da carta pouco me preocupava (...)” (José Lins do Rego) ( C )

7) "Ontem à noite Eu procurei Ver se aprendia Como é que se fazia Uma balada” (Oswald de Andrade)   ( J )

8) "Moro em terra dele, não lhe pago foro, porque aqui morou meti pai (. . .) (José Lins do Rego)  ( B )

9) "Essa conversa, é claro, não saiu de cabo a rabo como está no papel." (Graciliano Ramos) ( A )

10) "Talvez eu nunca mais torne a ver o sol.*'(Érico Veríssimo) ( E )

Veja mais alguns exercícios de Língua Portuguesa sobre advérbio.